Infectlab Tecnologies


Category Archive

The following is a list of all entries from the Tecnologia category.

Detido hacker romeno procurado por invadir site do eBay

Um tribunal de Bucareste ordenou hoje a detenção de um hacker romeno de 20 anos procurado por invadir várias vezes o site de leilão na internet eBay e causar prejuízos avaliados em mais de US$ 2 milhões.
A Polícia procurou durante dois anos o jovem, identificado como Vlad Constantin Duiculescu, morador de Bucareste.

As autoridades romenas tinham alertado a Polícia federal americana (FBI) sobre suas atividades pela primeira vez em abril de 2005.

O jovem foi detido em seu apartamento, localizado no 5º andar, mas conseguiu atirar pela janela três laptops antes que a Polícia forçasse a porta. No entanto, os especialistas esperam poder recuperar os dados.

O hacker, que utilizava o codinome de “Vladuz”, criou um programa que permitia coletar os dados pessoais e os códigos dos cartões de crédito dos funcionários do eBay, um aplicativo o qual tentou vender pela internet à própria companhia prejudicada.

Os prejuízos causados por esta invasão na companhia, que teve que reconfigurar seu sistema de segurança após o ataque, foram estimados em mais de US$ 2 milhões.

Outro jovem romeno, Victor Faur, foi acusado em 2006 pela Justiça americana de ter entrado em 150 bases de dados da agência espacial (Nasa), do Departamento de Energia e da Marinha americanos.

Anúncios

Yahoo pode sair ainda mais caro para a Microsoft

Caso a Microsoft obtenha sucesso em seu esforço por adquirir o Yahoo, terá ainda mais uma conta a pagar. Os acionistas da empresa adquirida certamente terão de ser, e serão, pagos, mas é altamente provável que a Microsoft precise criar um pacote de incentivos financeiros a fim de reter engenheiros e executivos talentosos e impedi-los de procurar outros empregos no Vale do Silício. O programa de retenção de funcionários poderia sair caro, a um custo potencial de bilhões de dólares, se tomarmos por base o que a Microsoft fez ao adquirir outra empresa de tecnologia, em 2007.

Um estudo da transação sugere até que ponto os funcionários são recursos vitais em empresas cujo trabalho essencial é gerar idéias, posteriormente transformadas em software e serviços. O custo oculto do “seguro contra fuga” de funcionários pode ser um dos motivos para que a Microsoft venha resistindo a elevar sua oferta, que no momento é de US$ 42 bilhões (equivalente a cerca de R$ 70 bilhões).

Em maio passado, a Microsoft adquiriu a Tellme Networks, uma empresa que desenvolve software de reconhecimento de voz usado em centrais de atendimento telefônico e em buscas na Internet via comandos de voz. A Microsoft pagou US$ 800 milhões pela Tellme, uma empresa de capital fechado sediada na Califórnia, mas investiu outros US$ 100 milhões em pacotes de retenção de funcionários, de acordo com duas fontes próximas à Microsoft. Esse dado não havia sido revelado anteriormente.

Bonificações em dinheiro, opções de ações e outros incentivos para estimular funcionários a permanecerem na empresa depois de uma tomada de controle são práticas comuns no Vale do Silício, dizem especialistas em capital para empreendimentos e analistas do setor. Esses planos de incentivo, acrescentam, podem se estender mais a fundo nas fileiras da engenharia, o que não se assemelha às práticas de outros setores, nos quais apenas os principais executivos recebem esse tipo de tratamento.

Para a Tellme, que tinha 330 funcionários, o dinheiro envolvido equivale a mais de US$ 300 mil por pessoa (cerca de R$ 500 mil). O Yahoo é uma empresa muito maior, com mais de 14 mil funcionários em todo o mundo. Caso a Microsoft adquira o Yahoo, qualquer programa de retenção de funcionários seria mais direcionado e menos amplo do que no caso da Tellme, dizem analistas. Mas mesmo um programa proporcionalmente muito menor poderia acrescentar mais uma despesa considerável à transação, talvez mais US$ 2 bilhões, estimam os analistas.


Softwares Essenciais para downloads.

Procurando algum software e não está achando? Vale a pena dar uma olhada nesse link. Ele tem uma lista com alguns programinhas essenciais para o seu computador, e seus links para downloads. Lá também tem downloads de jogos.

Link aqui: baixarjogos.wordpress.com


Envie Torpedos de Graça!

A empresa de Voip Jaxtr lançou uma função que permite enviar de graça SMS para qualquer telefone. É só se cadastrar no site e depois ir na barra à direita, em “Send a FREE text message”. Testei aqui e funcionou normal.

Vale lembrar que outra ferramenta faz isso, o Gizmosms, do projeto Gizmo, ferramenta de telefonia pela internet, parecida com o Skype.

A Jaxtr é a mesma empresa que, no ano passado, lançou um widget que, quando instalado em um blog, permite que um visitante converse via Voip com o editor do site.


O Rádio não MORREU!

Radio não morreu!

A Associação Nacional de Difusores [National Association of Broadcasters, NAB], nos EUA, lançou uma campanha na rede para mostrar que o rádio ainda é relevante. Além de sites, banners, impressos, a campanha Radio Heard Here contará com vídeos no YouTube.

David Rehr, diretor da organização, disse recentemente em conferência que as rádios sempre ofereceram conexão com os ouvintes e isso a tecnologia não mudou, ela “apenas mudou os dispositivos de recepção”.

A animação de Rehr vem de um aumento de 2% na publicidade nas rádios nos EUA, em relação ao ano passado.

É meio redundante falar isso. Mas, as rádios, claro, não morreram. As mais relevantes vêm se reinventando – vide o Radar Cultura e a NPR – e utilizando a rede como uma forma de alcançar uma audiência global, mesmo caminho de alguns jornais.


Microsoft lança Buscador de Notícias

A Microsoft voltou à área de busca de notícias. Depois de desativar há algum tempo o Newsbot, lançou nesta semana o Live Search News. É uma resposta clara ao Google News.

Por enquanto, o serviço está bem simples. Pelo visto, indexa poucos sites de notícias, mas já conta com uma integração com os vídeos do portal MSN e uma interface mais limpa em relação à ferramenta da Google.


E o velho vai se juntando ao novo e vice-versa.

Esta semana tivemos bons exemplos de como as novas e as tradicionais mídias [ou grande mídia] estão se misturando:

1) Aqui, no Brasil, Rede Globo com canal exclusivo no YouTube.

2) Lá fora – a CBCNews.ca, uma das maiores redes de TV da Canadá, fechou uma parceria com o sistema de monitoração de blogs Tecnhorati para que adicione, em seu site, links para blogs relevantes que estejam comentando suas matérias

3) O The New York Times contratou um blogueiro, que cresceu e fez o seu nome nas novas mídias.

4) E, por outro lado, o ValleyWag, blog de fofocas do Vale Silício, contratou Owen Thomas, editor da revista Business 2.0, que fez o seu nome na grande mídia.

5) Uma das maiores redes de TV dos EUA, a CBS, vem inserindo vídeos feitos ou escolhidos por seus usuários em sua programação.

6) A CBS é a mesma que comprou, no mês passado, a LastFM, que será inserida em sua estrutura tradicional de rádio e TV.

7) A MySpace fechou um acordo com a Sony Television para começar a publicar versões curtas de antigos seriados na rede social.

Apostar e fazer uma leitura destes 7 exemplos como uma suposta guerra entre “grande mídia vs novas mídias” é um erro. A tendência é que elas vão se misturar e criar mídias híbridas, por assim dizer.

Até por que, assim como a TV e o rádio, um dia as “novas mídias” [blogs, podcasts e videocasts] deixarão de ser… novas [na minha opinião já estão deixando, mas é assunto para outro post].

Não é à toa que saiu no Media 2.0 Intel Report um artigo afirmando que é um erro pensar que uma tecnologia substitui a outra.

Não é por que surge uma nova tecnologia [mídia] que a outra vai acabar. Não são coisas excludentes. Complementam-se para criar experiências novas


Apresentando o Iphone

A interface não tem botões. É tudo no toque de tela

Após muitos, muitos rumores e hoaxes, finalmente foi revelado o iPhone . Steve Jobs anunciou, durante a Macworld, o gadget, que é um smartphone e reúne em um único aparelho – celular, iPod, câmera digital [2 megapixel] e handheld.

Para o blog Between The Lines, o próprio iPod será um dos maiores perdedores com o lançamento do gadget. As vendas do iPod cairão com o iPhone. Para o Lostremote, a Apple reinventou o telefone.


Juiz pede a desinterdição do site Youtube no Brasil

O juiz da 4.Câmara de Direito Privado, Enio Santarelli Zuliani, divulgou um novo despacho, conseguido pelo Consultor Jurídico, sobre o caso Daniela Cicarelli/Renato Malzoni Filho e o vídeo divulgado pelo site Youtube, no qual agora pede o desbloqueio do site e diz: “Oficie-se com urgência para que o Juízo transmita a contra-ordem, por sistema rápido de comunicação, de forma a concretizar o desbloqueio do site Youtube, mantida a determinação para que se tomem providências no sentido de bloquear o acesso ao vídeo de filmagens do casal, desde que seja possível, na área técnica, sem que ocorra interdição do site completo”.

Diz ainda o juiz que “o bloqueio do site está gerando uma série de comentários, o que é natural em virtude de ser uma questão pioneira, sem apoio legislativo”. E ele explicou também que “o incidente serviu para confirmar que a Justiça poderá determinar medidas restritivas, com sucesso, contra as empresas, nacionais e estrangeiras, que desrespeitarem as decisões judiciais. Nesse contexto, o resultado foi positivo”. O despacho divulgado mostra que o juiz ficou satisfeito com o cumprimento de sua determinação.


YouTube bloqueado na maioria dos Estados Brasileiros.

Usuários relatam que, pelo menos desde ontem, não estão conseguindo mais acessar o YouTube: “Antes de bloqueado totalmente, dava um erro 505”, revelou Jaison Perazza, estudante, que é usuário do youtube.

Na terça-feira, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo determinou, por liminar, que o site norte-americano ficasse inacessível para brasileiros até que o vídeo da modelo Daniela Cicarelli e do namorado Tato Malzoni fosse removido do ar. Mas até agora, aparentemente, nenhuma medida foi tomada na prática.

Inicialmente, Cicarelli e Malzoni entraram com duas ações, uma das quais exigindo que o vídeo fosse removido dos sites YouTube, Globo e Internet Group (IG), que faz parte das operações da Brasil Telecom. Somente as duas empresas brasileiras acataram decisão judicial. Por isso, uma terceira ação foi movida contraa o YouTube, na verdade, uma plataforma na qual os usuários publicam os próprios vídeos.

O vídeo protagonizado por Daniela Cicarelli e Tato Malzoni é o quinto lugar no ranking dos Top 10 do Google Video, site do gênero que perde somente para o YouTube em popularidade. Ambos pertencem ao Google e devem ser integrados nos próximos meses.